NK Assessoria Contábil

Confira as vantagens de aceitar Pix no seu negócio

O novo sistema de pagamentos Pix foi lançado em novembro pelo Banco Central (BC), mas ainda há muitos empreendedores que não adotaram a ferramenta por falta de conhecimento sobre as vantagens dessa novidade. O líder da área financeira da consultoria Bip, Luiz Fabbrine, afirma que, além de receber os valores mais rápido, as empresas se beneficiam com taxas menores na operação.

— O Pix é um instrumento de pagamento mais barato do que métodos tradicionais por ser gerido direto pelo Banco Central e, assim, ter menos intermediários. Um pagamento em cartão, exemplo, é intermediado pela bandeira, pela empresa da maquininha, pela instituição emissora do cartão para só depois chegar ao estabelecimento final — destaca Fabbrine: — Além disso, apesar dos bancos cobrarem pessoas jurídicas pelo recebimento de recursos, a concorrência ficou tão grande que isso já impacta em taxas menores para receber pelo Pix.

O líder da Bip ainda destaca que, como o crédito do valor acontece de forma imediata, em cerca de dez segundos ainda que a transferência ocorra aos fins de semana, outra vantagem é uma menor necessidade de capital de giro, o que concede mais fôlego aos negócios.

O Sebrae tem estimulado os micro e pequenos empreendedores a adotarem o novo sistema de pagamentos. A entidade chama atenção para o fato de o Pix ter mecanismos robustos que ampliam a segurança das transações, além de ser um meio de pagamento acessível e democrático, o qual estimula a inclusão financeira. Para utilizar basta, apenas, cadastrar as chaves Pix pelo aplicativo da respectiva instituição financeira. Depois, é possível receber pagamentos através dessa mesma chave ou pelo QR Code.

Nesta fase inicial, muitos bancos estão zerando as tarifas para o recebimento de recursos comerciais. Veja as condições oferecidas pelas instituições:

Bradesco
O banco cobra taxa de 1,40% sobre o valor da operação, sendo valor máximo de R$ 145.

C6 Bank
No C6 Bank, a gratuidade vale para qualquer cliente pessoa jurídica, MEIs e PMEs, nos três primeiros meses. Depois, serão cobrados R$ 0,15 por cada Pix feito via C6 Pay (maquininha de captura de transações com cartão) após a centésima transação no mês. Esse custo será fixo e independe do valor da venda.

Para os empreendedores que já têm a maquininha C6 Pay, a gratuidade ilimitada vai até 16 de fevereiro. Para novos clientes, a oferta começa a valer a partir do momento em que o dispositivo é contratado. Quem contratar a maquininha em março do ano que vem, por exemplo, usufruirá do Pix grátis e ilimitado até maio.

Caixa
A princípio, todas as operações via Pix, mesmo para pessoas jurídicas, estão sendo oferecidas de forma gratuita pelo banco.

Inter
Por enquanto, o Inter não cobrará nenhuma taxa pelo Pix, tanto para PJ quanto PF.

Itaú
Clientes Itaú Empresas que cadastrarem seu CNPJ como chave Pix no Itaú Unibanco até o fim do mês de dezembro terão como benefício a isenção nas tarifas de operações nos três primeiros meses de funcionamento da nova plataforma de pagamentos do Banco Central – que entra em funcionamento em novembro.

A oferta é válida para empresas com faturamento de até R$ 30 milhões por ano e é limitada a 200 transações no período, permitindo que as empresas conheçam essa nova forma de recebimentos sem pagar nada por isso.

Após os três meses, transferências via Pix e recebimentos por QR Codes (simples e personalizados) serão cobrados. O valor da tarifa vai variar de acordo com o montante da operação e dependerá do perfil do cliente, seu segmento e relacionamento com o banco. Permanecem sem custo recebimentos via transferências Pix, similar aos recebimentos via DOC/TED atuais.

Nubank
O Pix será oferecido de maneira gratuita para todos os clientes da conta PJ do Nubank. O Banco Central definiu que pessoas física e MEIs serão isentos de tarifas, mas o Nubank estendeu essa gratuidade para todas as pessoas, sejam elas físicas ou jurídicas, sem distinção.

Atualmente, a conta pode ser adquirida por donos de pequenos negócios, empreendedores individuais e autônomos que sejam sócios únicos (MEI, EI e EIRELI) e tenham também a conta pessoal do Nubank.

Além disso, os empreendedores vão poder pagar fornecedores, salários de funcionários e tributos também sem nenhuma tarifa.

Santander
De acordo com o informado pelo banco, O Pix já está disponível para os clientes da Getnet, com isenção de taxa, pelo período de três meses. Os futuros valores a serem cobrados ainda estão em estudo.

  • Fonte: Extra
  • 25/01/2021
  • Categoria: Pix

Imprimir essa Notícia